Animais Peçonhentos - Primeiros socorros

Muitos procedimentos, embora não recomendados, são ainda amplamente empregados como medidas visando retardar a absorção no veneno. Boa parte deles pode, na verdade, contribuir para a ocorrência de complicações no local da picada.

- Medidas a serem tomadas em caso de acidentes:

1- Não amarrar o membro acometido

O torniquete ou garrote dificulta a circulação do sangue, podendo produzir necrose ou gangrena e não impede que o veneno seja absorvido.

2- Não cortar o local da picada

Alguns venenos podem inclusive provocar hemorragias e o corte aumentará a perda de sangue.

3- Não chupar o local da picada

Não se consegue retirar o veneno do organismo após a inoculação. A sucção pode piorar as condições do local atingido.

4- Lavar o local da picada somente com água e sabão.

Não colocar substâncias no local da picada, como folhas, querosene, pó de café, pois elas não impedem que o veneno seja absorvido, pelo contrário, podem provocar infecção.

5- Evitar que o acidentado beba querosene, álcool ou outras bebidas

Além de não neutralizarem a ação do veneno, podem causar intoxicações.

6- Manter o acidentado em repouso.

Se a picada tiver ocorrido em pé ou perna, procurar manter a parte atingida em posição horizontal, evitando que o acidentado ande ou corra.

7- Levar o acidentado o mais rapidamente possível a um serviço de saúde

É difícil estabelecer um prazo para o atendimento adequado porém o tempo decorrido entre o acidente e o tratamento é um dos principais fatores para o prognóstico. O soro é o único tratamento eficaz no acidente ofídico e deve ser específico para cada tipo (gênero) de serpente


- Acidentes por escorpião

Os escorpiões de importância médica estão distribuídos em todo o país, causam dor no local da picada, com boa evolução na maioria dos casos, porém crianças podem apresentar manifestações graves decorrentes do envenenamento.

Em caso de acidente, recomenda-se fazer compressas mornas e analgésicos para alívio da dor até chegar a um serviço de saúde para as medidas necessárias e avaliar a necessidade ou não de soro.


- Acidentes por aranhas

São três os gêneros de aranhas de importância médica no Brasil:

Loxosceles ("aranha-marrom"): é importante causa de acidentes na região Sul. A aranha provoca acidentes quando comprimida; deste modo, é comum o acidente ocorrer enquanto o individuo está dormindo ou se vestindo, sendo o tronco, abdome, coxa e braço os locais de picada mais comuns.

Phoneutria ("armadeira", "aranha-da-banana", "aranha-macaca"): a maioria dos acidentes é registrada na região Sudeste, principalmente nos meses de abril e maio. É bastante comum o acidente ocorrer no momento em que o indivíduo vai calçar o sapato ou a bota.

Latrodectus ("viúva-negra"): encontradas predominantemente no litoral nordestino, causam acidentes leves e moderados com dor local acompanhada de contrações musculares, agitação e sudorese.

As aranhas caranguejeiras e as tarântulas, apesar de muito comuns, não causam envenenamento. As que fazem teia áreas geométricas, muitas encontradas dentro das casas, também não oferecem perigo.


- Acidentes por taturanas ou lagartas

As taturanas ou lagartas que podem causar acidentes são formas larvais de mariposas que possuem cerdas pontiagudas contendo as glândulas do veneno. É comum o acidente ocorrer quando a pessoa encosta a mão nas árvores onde habitam as lagartas.

O acidente é relativamente benigno na grande maioria dos casos. O contato leva a dor em queimação local, com inchaço e vermelhidão discretos. Somente o gênero Lonomia pode causar envenenamento com hemorragias à distância e complicações como insuficiência renal.


- Soros

Os soros antipeçonhentos são produzidos no Brasil pelo Instituto Butantan (São Paulo), Fundação Ezequiel Dias (Minas Gerais) e Instituto Vital Brazil (Rio de Janeiro). Toda a produção é comprada pelo Ministério da Saúde que distribui para todo o país, por meio das Secretarias de Estado de Saúde. Assim, o soro está disponível em serviços de saúde e é oferecido gratuitamente aos acidentados.
Em São Paulo, a relação dos pontos estratégicos para o atendimento dos acidentes por animais peçonhentos está disponível no site:

http://www.cve.saude.sp.gov.br/

Fonte: Instituto Butantan

Artigos Relacionados:

comentários  

 
0 #2 wesley 25-12-2013 12:54
Parabens pela iniciativa e de se ter uma pag. com informaçoes necessarias muitas das vezes nao levada em conta quando se pratica uma caminhada.
Citar
 
 
0 #1 29-08-2011 10:17
Olá Pessoal !!!
Quero parabenizar pelo site, pois eu sou professor e leciono sobre segurança no trabalho rural, e as matérias e informações aqui postadas são de grande relevância para meu aprendizado e dos meus alunos.
Sucesso à todos.
Citar
 

Comentar:


Código de segurança
Atualizar

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 

Login

Login Cadastro

Login para sua conta

Sem conta? Campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Por favor, informe um Nome de Usuário válido. Sem espaços, com pelo menos 2 caracteres e contendo apenas letras e números.
Por favor, informe um Senha válido. Sem espaços, com pelo menos 4 caracteres e contendo apenas letras e números.
Senhas não conferem.
Por favor, informe um endereço de e-mail válido.
E-mails não conferem. ?>


Quem está Online

Nós temos 292 visitantes online

Estatísticas

Visualizações : 20588324
English Chinese (Simplified) Dutch French German Italian Japanese Russian Spanish