ÔĽŅ

Travessia Lapinha - Tabuleiro 2011

Com os feriados de Tiradentes e Paix√£o de Cristo se aproximando, n√£o poderia faltar uma boa aventura.

Inicialmente, o planejamento seria realizar uma expedição pela Serra da Canastra, mas semanas antes do feriado, recebi um convite do meu amigo Luciano para realizar a Travessia Lapinha - Tabuleiro.

A Travessia Lapinha - Tabuleiro é uma clássica travessia de Minas Gerais, realizada em 3 dias, entre o distrito de Lapinha da Serra, pertencente a Santana do Riacho e o distrito de Tabuleiro, pertencente a Conceição do Mato Dentro.

Como esta travessia j√° estava nos planos¬†h√° algum tempo e faltava¬†uma oportunidade, n√£o¬†restaram d√ļvidas, a Travessia Lapinha - Tabuleiro seria a aventura para o feriado.

Com isso, eu, a Naiara e o Luiz Henrique, nos juntamos ao Luciano, Dani, Brenda e Tetê para realizar esta travessia.

Depois de semanas de planejamento e logística concluída, chegou o grande dia.

 

1¬ļ Dia - Travessia da Serra do Breu

Saímos de Belo Horizonte em dois carros, no dia 21/04 às 07:00 com destino a Lapinha da Serra.

O acesso de BH até a Lapinha da Serra é feito pela MG-010, percorrendo cerca de 100 km até a cidade de Serra do Cipó. Após chegar a Serra do Cipó, percorre-se mais 44 km por estrada de terra passando pela cidade de Santana do Riacho até chegar a Lapinha da Serra.

Chegamos¬†√†s 11:30 e ap√≥s¬†verificarmos os √ļltimos detalhes¬†come√ßamos o nosso trekking por volta das 12:30.

Neste primeiro dia o objetivo seria atravessar a Serra do Breu e acamparmos na Casa da Dona Ana Benta, local que normalmente é utilizado como primeiro camping para a travessia de 3 dias.

Inicialmente a trilha é bem leve, plana e com algumas travessias de riachos.

No nosso grupo, todos estavam realizando esta travessia pela primeira vez e estávamos nos orientando apenas com mapas impressos, então a nossa maior preocupação era com relação à trilha correta.

Após algumas horas de caminhada, encontramos um morador que nos informou que havíamos passado a entrada da trilha para Tabuleiro.

Voltamos cerca de 1 hora e logo encontramos a trilha correta.

Neste trecho de subida da Serra do Breu a trilha se torna bastante íngreme e técnica.

Do alto da Serra do Breu pudemos observar um visual fascinante da lagoa da Lapinha.

Após atravessarmos a Serra do Breu, começarmos a descida pelo lado oeste. O visual é mais fascinante ainda. Sem nenhum sinal de civilização, a sensação é de estar entrando em um mundo desconhecido.

Às 17:00 o sol já começava a se esconder e ainda estávamos bem distante do local do primeiro camping. Caminhamos até às 18:00 mas, com o cair da noite, optamos por pernoitar no local onde estávamos e continuarmos o trekking no dia seguinte pela manhã. Acampamos próximos a um riacho juntamente com outros grupos que também optaram por não continuar a trilha durante a noite.

Neste primeiro dia, eliminando o trecho que erramos, o trajeto percorrido foi de aproximadamente 7,5 km entre a Lapinha da Serra e o local do primeiro camping.

 

2¬ļ Dia - Travessia da Serra do Intendente

Às 02:00 a chuva chegou com força. Choveu durante toda a madrugada.

Por volta das 09:00 a chuva deu uma trégua, mas o tempo ainda continuava bastante nublado.

Optamos por levantar acampamento e começarmos a caminhada, pois neste dia precisaríamos percorrer o trecho até a Casa da Dona Ana Benta e logo após continuaríamos para a Casa da Dona Maria, local do segundo camping.

Durante a trilha pudemos observar o Pico do Breu todo coberto por nuvens.

Às 12:00 chegamos a Casa da Dona Ana Benta, local o qual deveria ter sido nosso camping no dia anterior.

Fizemos uma parada para lanche e aproveitamos para conversar um pouco com esta senhora que a muitos anos vive sozinha nesta região isolada da Serra do Breu.

Após esta parada, continuamos nosso trekking com destino a Casa da Dona Maria. Para chegar até lá é preciso atravessar a Serra do Intendente.

O visual da trilha a caminho da Serra do Intendente é compensador.

Do alto da Serra do Intendente, a vista √© sensacional. √Č poss√≠vel observar grande parte da trilha percorrida, bem como a Serra do Breu, com todos os seus picos e o imponente Pico do Breu, com¬†1.687 metros de altitude, ponto culminante da Serra do Espinha√ßo.

√Ās 17:00, ap√≥s¬†9,5 km de caminhada chegamos a Casa da Dona Maria. L√°¬†√© poss√≠vel jantar e tomar banho quente a pre√ßos simb√≥licos.

Quando chegamos, encontramos dezenas de barracas de vários outros grupos. Em feriados a quantidade de aventureiros realizando esta travessia é muito grande.

Nesta noite ficamos na fila do banho cerca de 2 horas, mas nem notamos, pois estávamos aos pés do fogão a lenha e conversando bastante com o "Seu Zé", marido da Dona Maria.

 

3¬ļ Dia - Chegada na Cachoeira do Tabuleiro

Neste dia, às 07:00 a neblina estava muito densa, com visibilidade mínima. Esperamos a mesma se dissipar e às 08:30 já estávamos levantando acampamento.

Da Casa da Dona Maria, partem duas trilhas, uma para a parte alta da Cachoeira do Tabuleiro e outra para a parte baixa da cachoeira.

Neste dia, como nosso resgate chegaria às 14:00 optamos por ir direto para a parte baixa da cachoeira.

A trilha para a parte baixa é de aproximadamente 5 km de descida até a portaria do parque. O visual é uma atração a parte.

Da portaria do parque já é possível observar a Cachoeira do Tabuleiro.

A Cachoeira do Tabuleiro é a terceira maior do Brasil, com 273 metros de altura, e está localizada no Parque Municipal Ribeirão do Campo.

Da portaria do parque até a base da cachoeira são 2 km de trilha íngreme, escorregadia e bastante difícil.

Deixamos as mochilas na portaria do parque e partimos rumo à cachoeira. Ao alcançar o rio, é preciso ir pulando de pedras em pedras para se chegar até a queda.

Depois de chegarmos até a cachoeira e apreciarmos um visual espetacular, retornamos a portaria do parque e de lá seguimos de volta para Belo Horizonte.

 

Informa√ß√Ķes sobre a Travessia Lapinha-Tabuleiro:

- Dist√Ęncia total:¬†26 km.

- Localização: Lapinha da Serra - Santana do Riacho-MG e Tabuleiro - Conceição do Mato Dentro-MG.

- Locais para camping: Casa da Dona Ana Benta e Casa da Dona Maria.

 

Artigos Relacionados:

coment√°rios  

 
0 #1 31-05-2011 16:18
Oi José Henrique,
Vcs precisaram pedir algum tipo de permiss√£o no parque para realizar esta travessia???
Agradeço,
Maria Cecília
Citar
 

Comentar:


Código de segurança
Atualizar

Avalia√ß√£o do Usu√°rio: / 0
PiorMelhor 

Login

Login Cadastro

Login para sua conta

Sem conta? Campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Por favor, informe um Nome de Usu√°rio v√°lido. Sem espa√ßos, com pelo menos 2 caracteres e contendo apenas letras e n√ļmeros.
Por favor, informe um Senha v√°lido. Sem espa√ßos, com pelo menos 4 caracteres e contendo apenas letras e n√ļmeros.
Senhas n√£o conferem.
Por favor, informe um endereço de e-mail válido.
E-mails n√£o conferem. ?>


Quem est√° Online

N√≥s temos 273 visitantes online

Estatísticas

Visualiza√ß√Ķes : 20927872
English Chinese (Simplified) Dutch French German Italian Japanese Russian Spanish